Motorola Milestone (Droid)

Estava eu, pensando e contando moedas para comprar meu Android, quando finalmente a Vivo lança o Samsung Galaxy. Viva! Um Android que posso comprar!

Tentei achar o dito aparelho nas lojas a Vivo, sem sucesso.  E  tive de ser atendido pelos despreparados vendedores da Vivo, que sequer sabiam me informar o preço do aparelho para o meu plano.

[![Milestone aberto](http://farm3.static.flickr.com/2662/4186843256_139c1aa6ea.jpg)](http://www.flickr.com/photos/seiti/4186843256/ "Milestone aberto por Seiti Yamashiro, no Flickr")
Motorola Milestone
Minha sorte mudou quando vi a notícia no Gizmodo de que a Vivo havia lançado, em primeira mão, o *Motorola Milestone* no Brasil. E por um preço surpreendente! Eu achava que o Milestone chegaria ao Brasil com um valor semelhante ao N97 (um olho e  um braço), quando na verdade ele chegou com um preço **igual** ao Samsung Galaxy. ### Android, finalmente Fui à loja conceito da Vivo no Shopping Morumbi, a primeira loja oficial da Vivo em que fui bem atendido, com um vendedor que sabia responder  minhas perguntas – mas **atenção**, ser **bem** atendido é diferente de ser **rapidamente **atendido. Minha espera foi de cerca de 40 minutos. Por outro lado, sempre fui bem atendido por vendedores de **lojas autorizadas**, mas enfim. Após a compra me ofereceram um suporte pós-compra, para aprender a destrinchar as funções do dito cujo, que prontamente recusei, pois não via a hora de eu mesmo fuçar o cacareco. Mesmo assim fiquei surpreso por existir e oferecerem este serviço. Fiquei depois curioso para conhecer sua qualidade. Fica para outra vez. Vamos ver agora o que o Milestone tem a oferecer para um ex-dono de um N95. ### Chupando cana e assoviando O Milestone é **multitarefa**, mas **não tem** a função de **fechar** aplicativos. Isto é  novidade, para quem vem do mundo Symbian – S60. Neste quesito ele é semelhante ao iPhone.  A grande diferença para com o telefone da Apple é poder ouvir minhas músicas **e também** navegar pelo Google Maps, coisa que sempre fiz no N95. Então basta pendurar o aparelho no pára-brisa, ligá-lo ao rádio do carro (uso um cabo P2 comum), dar o play na coleção de 8GB de mp3 e botar no Google Maps. E receber uma ligação bem na hora em que você está em dúvida sobre o caminho… ### Ouvindo Falando em MP3, o player do Android é muito bom. Não tem *cover flow*, mas achei a interface simples, eficiente e rápida. É o que me basta. Não notei muita diferença na qualidade da reprodução, mas não sou nenhum audiófilo. [![Milestone media player](http://farm3.static.flickr.com/2544/4186089471_1f9d992291.jpg)](http://www.flickr.com/photos/seiti/4186089471/ "Milestone media player por Seiti Yamashiro, no Flickr") O que notei foi que o alto-falante estéro do N95 dá um banho no alto-falante mono do Milestone. Mas como sempre uso fones de ouvido ou o rádio do carro, sem problemas. ### Registrando A câmera é outro departamento em que o N95 é superior. Já faz muito tempo que não carrego uma câmera digital por conta da qualidade da câmera do N95. Mas, embora a câmera do Milestone não esteja no mesmo nível, ele cumpre sua função. Mas agora terei de carregar uma câmera dedicada, se quiser registrar festas e encontros com amigos com mais qualidade.
[![Milestone tirando foto do N95](http://farm3.static.flickr.com/2649/4186863750_d7feee7438.jpg "Foto no N95, tirada pelo Milestone")](http://www.flickr.com/photos/seiti/4186863750/ "Milestone tirando foto do N95 por Seiti Yamashiro, no Flickr")
Foto do N95, tirada pelo Milestone. Para comparar, as outras fotos do post foram tiradas com o N95.

Energia

A bateria não dura o que eu esperava. Ao menos agora, enquanto o aparelho é novidade, não está otimizado, fico navegando na internet, jogando, testando, instalando, desinstalando. Tenho de recarregar DUAS vezes no dia. Ou mantê-lo no cabo, ligado ao computador. Ao menos o cabo é padrão, o micro-USB. Tenha ao menos dois, um em casa e outro no trabalho. E outro no carro se puder. Ainda não os tenho. Faz falta. Mas um recurso bacana é ao menos saber quem é o responsável por drenar a energia.

Update: depois de instalar o APNdroid, que liga/desliga a rede de dados EDGE/3G, consigo ficar longe da tomada tanto quanto eu conseguia com o N95: um dia inteiro (à vezes até mais). Não é muito, mas é melhor que ter de recarregar no meio da tarde.

gerenciador de energia

O bacana é que o Multimedia Station, um berço para deixar na mesa, veio na caixa. Ao deitá-lo no berço, o Milestone se torna praticamente um relógio-despertador de mesa. O ruim é que não vem na caixa o suporte para pára-brisa.

Milestone no Multimedia Station
Despertador de mesa
### Contatos

Mesmo no N95 eu já centralizava meus contatos no Google Contacts do Google Apps, por meio do ótimo GooSync.  E a atualização era automatizada pelo Swim, onde eu havia agendado a sincronização diária. Já no Milestone foi questão de inserir nome, domínio e senha para trazer minha lista de telefones e emails, automaticamente.

O interessante é as fotos de seus contatos são atualizados com os servidores do Google também.

Ainda não instalei um Fringe,  Nimbuz ou equivalente, mas o Android vem com o Google Talk incorporado.

Mapas

Ver o Google Maps em um tela de quase 4 polegadas, quanta diferença. Mais espaço, mais nitidez.  Infelizmente o modo navegador ficou restrito ao Droid americano, mesmo assim o Google Maps é um daqueles aplicativos que se tornam indispensáveis depois que você se acostuma a ele.

Milestone e o Google Maps
Navegando e ouvindo música
Infelizmente uma função que eu usava bastante no N95, o de marcar favoritos, não existe no Milestone. Mas já deve estar programado, pois neste mês, dezembro de 2009, o Google Maps do S60 foi atualizado e pude subir todos meus favoritos, gravando-os em minha conta. Antes eles ficavam na memória do celular.  Agora eles estão só a espera desta atualização para voltarem aos meus mapas, agora  no Milestone.

Adeus N95

Uma coisa que me agradou muito foi a velocidade. A transição entre os aplicativos, a carga de imagens da galeria, a listagem de músicas, cantores e álbuns. Tudo MUITO rápido, principalmente para quem estava acostumado com o N95.

No próximo post comento sobre o Android Market e seus aplicativos. Ah! E todas as fotos foram tiradas com meu N95, que sem chip de operadora se tranformou em uma camera com wi-fi e GPS. É só tirar a foto e enviar por email via rede. Logo mais coloco este valente telefone no Mercado Livre!