Milestone e o Android Market

image
Inserido via wpToGo
Um dos principais motivos para um geek querer um cacareco do calibre do Milestone, é poder instalar os famigerados apps (embora tenha quem queira controlar isso). Listo então aquilo que vale a pena, levando em conta o acesso restrito dado aos brasileiros – não podemos pagar por nenhum aplicativo, por exemplo, então eles nem são listados (o que não te impede de efetuar uma compra direta com o desenvolvedor).

Barcode scanner

O caminho que segui para obter este foi meio tortuoso. Entre no www.google.com/products e clique no botão “Scan barcode”.  Você será redirecionado para o Android Market e o aplicativo será instalado.

E o que fazer com isto? Este leitor interpreta o QR Code, um sistema que consegue guardar uma quantidade razoável de dados num quadradinho mágico. Em meu N95 este leitor era muito útil,  quando usado em conjunto do addon para o Firefox, o Mobile Barcoder. Basta você apontar a câmera para o QR Code em seu monitor e a URL da página que você visita vai para seu celular.

Vamos ver se continuarei a utilizá-lo, tendo em vista o teclado QWERTY do Milestone.

MotoID

Este aplicativo já se encontra instalado. No N95 eu usava o excelente Midomi para identificar as músicas que estavam tocando na rádio. Este é semelhante. Na verdade é quase igual , até no logo.  O princípio é simples: cante no celular (se você for afinado, é claro) ou coloque-o perto do alto-falante tocando a música. Alguma troca de dados com servidores operados por unicórnios e pronto, o nome da música surgirá em sua tela.  Ou quase isso. Depende do seu gosto musical.

Twidroid

Um cliente Twitter. Baixe, instale, configure. Pronto. Você começa a receber as mensagens de seus contatos. O interessante é ser acordado no meio da noite com estas mensagens… Eu já disse que não se desliga os aplicativos no Android. Bom, aprendi que este aplicativo pode ser desligado através de seu próprio menu. Isto após perder um tempão procurando como desligar o acesso à rede de dados, mas mantendo ativa a recepção de ligações  (configuração que ainda não descobri se existe).

NetCounter

Indispensável para checar o uso da rede de dados. Ele guarda quantidades diárias, semanais e mensais de uso de megabytes tanto na rede EDGE/3G quanto na Wi-Fi.

E aparelhos Android são FAMINTOS por dados. Eu consumia cerca de 110MB mensais com meu N95.  Só no primeiro dia com o Milestone já foram 15MB. Vamos ver o que acontece depois que eu me acostumar com ele e  o número de aplicativos instalados estabilizar. Minha previsão é de que o browser veloz e esta tela enorme vão ajudar a estourar o limite de dados…

Wapedia

Já usava bastante no N95. Ele é muito bom para acessar o conteúdo da Wikipédia, pois o formata para ser digerível por aparelhos portáteis, tornando o acesso mais rápido, simples e pesando menos na carga de dados do fim do mês.  A própria Wikipédia tem um portal WAP, mas ele é muito simplificado.  Um smartphone se dá melhor com o Wapedia.

Robo Defense Free

Jogo estilo Tower Defense. O jogo é bem simples, não tem muitas opções de torres, mas é viciante.

Nesoid Lite

Emulador de Nintendo 8 bits. Excelente para relembrar Mega Man 2, Battletoads, Super Mario Bros. 3, Ninja Gaiden e outros clássicos. Mas só para lembrar mesmo, terminar o Battletoads no Milestone deve ser impossível. Bom, eu já achava isso impossível no NES mesmo… (mas consegui chegar na última fase UMA vez!).

Labyrinth Lite

Direto do iPhone, o famoso labirinto. Tem até um modo 3D. Bom para testar o acelerômetro e ver se teu pulso anda firme.

wpToGo

App para você gerenciar, atualizar e incluir posts no WordPress (estou escrevendo no Milestone neste momento).
Ele até posta imagens!

APNdroid

Uma chave para  desligar/ligar  APNs. Para quê? Para desativar o acesso à rede de dados de seu provedor de telefonia. Importantíssimo caso você tenha um plano de dados limitado, como o meu. Importante até mesmo para aqueles com plano ilimitado,  pois geralmente eles reduzem a velocidade quando se passa um certo limiar. Não duvide da fome por dados em um Android faminto.

Basta desligar o acesso e religar quando for checar email, mapas, twitter etc.

É só, pessoal

Por enquanto é isto. Outros serviços online eu ainda acesso de maneiras mais tradicionais. No Flickr, por exemplo, posto minhas fotos via email: um para fotos públicas, um  para fotos privadas e outro para publicar também no Twitter.

E em outros o navegador dá conta do recado, como no caso do Google Docs. Mas ainda sinto falta de um cliente nativo para o  Evernote.

Outro app que sinto falta é o Worldmate. Todos os dias, às 9 e às 21h, uma voz feminina me dizia a previsão do tempo.

Depois coloco um texto com dicas para coisas simples, como copiar e colar.